Otite em cães

Otite canina – como reconhecer e prevenir

.

 

A otite é uma das afecções mais comuns em cães. Trata-se de uma inflamação muitas vezes acompanhada de infecção que acomete o ouvido. É uma condição que provoca muito desconforto e dor aos pets.

Os principais sinais clínicos são:

Agitação da cabeça;

Prurido intenso nas orelhas;

Dor na região das orelhas e cabeça;

Mau cheiro;

Alterações comportamentais (irritabilidade);

Perda de audição.

Principais Causas:

Parasitas (carrapatos e ácaros);

Fungos (malassezia);

Corpos estranhos;

Seborreia;

Produção excessiva de cera;

Traumatismo;

Alergia (alimentar, atópica ou por contato);

Predisposição genética;

Raças com orelhas grandes, caídas e peludas como das raças Cocker Spaniel, Teckel, Basset Hound, Labrador, Golden, Setter, Daschund.

Fatores Predisponentes:

Formato do canal auditivo;

Umidade no local;

Excesso de pelos nas orelhas;

Predisposição racial;

Desequilíbrios endócrinos;

Doenças obstrutivas (câncer, pólipos, etc).

Tratamento:

Limpeza do canal com produtos específicos (dependendo do acúmulo de material e do grau de dor do animal, o veterinário poderá realizar uma limpeza no próprio consultório com sedação).

Aplicação de soluções com antimicóticos, antibióticos e analgésicos específicos para a condição do cachorro. Somente depois de uma consulta o veterinário terá condições de indicar o produto com o melhor principio ativo para o caso específico!

Em alguns casos, mediamentos por via oral como analgésicos, anti-inflamatórios ou antibióticos podem ser necessários.

Cuidados para evitar que o problema volte:

 

-Ao dar banho no peludo, tome cuidado para que não entre água no canal auditivo. Para isso pode ser utilizado um pouco de algodão hidrófilo que deverá ser retirado após o banho. Aproveite para passar uma toalha também para deixar o local bem seco.

-Cuidado com cães que adoram água e que não perdem oportunidade de nadar. Sempre seque bem o pelo e as orelhas para evitar aparecimento de fungos e outros problemas de pele.

-Limpar é necessário, mas excesso de limpeza também pode ser prejudicial. O ouvido precisa de uma camada de óleo da própria pele para se manter protegida. Limpar semanalmente com algodão e produtos específicos pode sensibilizar muito a região e pode acabar criando portas de entrada para bactérias.

-A maioria dos cachorros ADORA ficar para fora da janela do carro em movimento. O ventinho no focinho é irresistível para eles! Mas esse ventinho pode também provocar otite. Fique de olho no seu pet para entrar com tratamento o quanto antes caso apresente os sintomas citados acima.

 

GIF

 

IMPORTANTE: O tratamento da otite deve ser levado muito à sério e feito corretamente. Casos não tratados, ou em que o tratamento é abandonado pela metade, podem evoluir para a surdez ou mesmo uma infecção generalizada.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Invalid bitcoin address.