Animais de estimação: benefícios além da companhia.

Ter animais de estimação favorece a saúde humana.

Animais de estimação estão assumindo grande importância na manutenção da saúde mental e até mesmo física das pessoas. Só no Brasil, segundo dados divulgados pela ABINPET, temos 52.2 milhões de cães, 22.1 milhões de gatos, 37.9 milhões de aves e mais 2.2 milhões de outros animais de estimação.

Além de serem fonte de afeto, desempenham inúmeros papeis. São utilizados para caça, guarda, pastoreio, trabalho policial, guias de portadores de necessidades especiais, participação em terapias e outros!

Há estudos que afirmam que eles podem captar nossos sentimentos, expectativas e intenções além de serem capazes de reconhecer nossa linguagem corporal e por meio dela captar nosso estado de espírito. Também por meio das alterações químicas que ocorrem em nosso organismo podem identificar como está nosso humor e nossa saúde.

Estudos  têm demonstrado que a interação do homem com animais de estimação pode ter efeitos positivos na saúde e comportamento humano e que, em alguns casos, esses efeitos são relativamente duradouros.

Conheça alguns destes benefícios:

Diminuição do Estresse e regularização da pressão arterial:

Estudos publicados no American Journal of Cardiology indicam que pessoas que convivem com animais de estimação apresentam níveis de estresse e de pressão arterial mais controlados e tem menos chance de desenvolver problemas cardíacos.

Benefícios para o coração:

Um estudo da Universidade de Minnesota afirma que gatos podem ser benéficos para prevenir algumas doenças cardiovasculares. A pesquisa durou 20 anos e foi realizada com quase 4.500 pessoas. Percebeu-se que, comparado a tutores de felinos, pessoas que não criavam gatos tinham risco 40% maior de morrer de ataque do coração e 30% maior de perder a vida por uma doença cardiovascular. Esse resultado foi percebido apenas entre pessoas que tinham essa espécie, não incluindo os donos de cães. Os cientistas acreditam que esse poder está no fato de os gatos ajudarem a reduzir a ansiedade de seus tutores.

Estimulo para exercícios físicos:

A presença do animal promove a atividade física diária já que é necessário leva-los para passear. Este fator acaba provocando redução da ansiedade e a pressão arterial, conforme comprovam estudos efetuados nos Estados Unidos e na Europa. 

GIF

Combate à depressão:

Estudos indicam que o relacionamento entre humano e animal tem como um dos principais efeitos o aumento da produção e liberação de serotonina e dopamina, chamados também “hormônios da felicidade”.

Socialização:

Falar sobre animais de estimação costuma aproximar pessoas com o mesmo interesse. Observe o que ocorre em sala de espera de veterinário ou nos parques. As pessoas costumam se aproximar com mais facilidade umas às outras para trocar informações e experiencias.

Senso de responsabilidade:

Bichinhos, como nós humanos, precisam de uma rotina de alimentação, manutenção da higiene e passeios diários. É papel do dono assumir estes compromissos para manter a saúde do animal.

Companhia:

Ter um bichinho ameniza a sensação de solidão. Sua presença faz companhia e estimula maior interação social durante os passeios.

Segurança:

Para a alegria de muitas pessoas, uma pesquisa realizada pelo Centro de Sono da Mayo Clinic, em Scottdale, no Arizona (EUA) afirmou que dormir com animais de estimação faz bem! Os estudiosos avaliaram 150 pacientes e descobriram que quem dormia com seu pet, relaxava mais pela sensação de segurança.

Por todos os motivos mencionados acima, é possível entender o motivo pelo qual podemos afirmar que ter um animal de estimação provoca benefícios emocionais e à saúde. Que tal adotar um?

 

 

*Artigo escrito para a revista Senhora Atual– primeira revista de moda no Brasil para mulheres 50+.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Invalid bitcoin address.