Como armazenar o alimento do seu pet.

Qual é a importância do armazenamento adequado?

Armazenar o alimento do seu pet de forma adequada é, certamente, tão importante quanto a escolha do alimento em sí. De fato, todos os alimentos precisam de um bom armazenamento para a manutenção de suas características nutricionais, físicas e químicas.

Para quem costuma comprar ração para os próprios pets, aqui vão umas dicas para manter a qualidade do produto garantindo, assim, a saúde do seu bichinho e evitando, inclusive, a perda do produto!

 

7 Dicas para armazenar o alimento do seu pet de forma correta:

1. Evite comprar alimentos vendidos à granel

Alimentos vendidos desta forma não possuem garantia e controle de qualidade adequados. Além disso, nunca se sabe há quanto tempo o produto está exposto, como foi manipulado e por quem.

2. Observe a data de validade da ração.

Compre alimentos que não estejam muito próximos da data de validade.

3. Compre o tamanho de pacote que é equivalente a no máximo, um mês de alimentação

Evite comprar embalagens de 15 ou 20 kg caso a previsão de consumo não seja de no máximo 30 a 40 dias. O alimento irá ficar exposto muito tempo ao oxigênio, luz e umidade. Isso levará, sem dúvida, à perda das qualidades físicas, químicas e nutricionais. Além disso, aumenta a chance de desenvolvimento de fungos.

4. Mantenha o alimento na embalagem original

As embalagens dos alimentos para cães e gatos, principalmente dos alimentos Premium e Super Premium, são estudadas para que a conservação do produto seja mais correta possível. Além disso, a embalagem é sua garantia. Ou seja, qualquer problema que ocorrer com o produto, é indispensável ter em mãos o numero de lote e validade deste.

Muitos fabricantes , de fato, não oferecem garantia sem a embalagem. Ao invés de abrir o pacote e despejar a ração dentro de um recipiente, guarde dentro do recipiente o pacote com seu conteúdo.  Desta forma, a ração ficará mais protegida de roedores, insetos e terá menos exposição ao ar e umidade. Além disso, o alimento permanecerá em sua embalagem de origem garantindo sua segurança caso seja necessário entrar em contato com o fabricante.

Outra opção interessante é fechar a embalagem conforme o vídeo a seguir:

5. Deixe a ração em um lugar seco, fresco e ventilado.

Uma vez aberta a embalagem, esta deverá ser mantida em local fechado, seco e arejado para evitar o aparecimento de fungos e bolores. 

6. Se preferir, separe a quantidade semanal em um recipiente.  

Ao invés de abrir e fechar o recipiente com a ração diversas vezes ao dia, é possível separar a quantidade semanal, ou diária, que será consumida pelo seu pet. Existem muitos modelos bonitos disponíveis no mercado, oq ue transforma o pote de ração em um artigo de decoração.

Este costume, ajuda a manter o frescor e a qualidade da ração que será comida nas semanas seguintes. Escolha, entretanto, recipientes que não permitam entrada de luz ( como porcelana, alumínio ou plástico). Evite, por isso, embalagens transparentes (vidro e acrílico).

7. Não molhe ou utilize itens molhados para manipular a ração.

Evite a umidade, pois ao entrar em contato com a água, ou saliva, e exposto a uma temperatura mais alta, a ração pode fermentar e criar fungos.

 

As dicas acima valem para todos os tipos de alimentos: rações para cães, gatos, peixes, roedores, aves (inclusive as sementes).

Alguns produtos disponíveis do mercado para armazenar o alimento do seu pet:

Porta Ração Dispenser Para 37 Litros
Porta Ração Dispenser Para 15kg A 18kg Plast Pet 
Porta Ração Crock United Pets

Porta Ração Dispenser  8 Kg 

Valentina Vecchi

Médica veterinária, com especialização em Clinica e Cirurgia e Acupuntura Veterinária. Atualmente, atende com acupuntura em São Paulo e escreve para seus blogs pessoais e outros sites.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

www.000webhost.com